Blog

blog-publicar-audiobook

Vale a pena publicar um audiobook? Sim.

O mercado de audiobooks vem crescendo a passos largos e fazer parte dele é uma oportunidade para oferecer mais formatos aos leitores e faturar com as vendas.

Neste post, vamos mostrar por que publicar um audiobook pode ser uma opção interessante e quais as etapas que envolvem a produção de um livro em formato de áudio.

Aqui no Brasil, algumas pessoas se referem a audiobook como audiolivro. No final das contas, é tudo a mesma coisa.

Por que publicar um audiobook?

Mercado em rápido crescimento. O mercado global de audiobooks contabilizou US$ 2,67 bilhões em vendas em 2019, com previsão de atingir US$ 13,45 bilhões já em 2027, um crescimento de 22,4% ao ano.

Acessibilidade. Pessoas com deficiência visual conseguem ter fácil acesso a milhões de livros e histórias.

Preço. Por ser uma mídia digital, em geral o preço de um audiobook é menor quando comparado ao livro impresso.

Distribuição simplificada. Assim como os e-books, os audiobooks são vendidos em plataformas digitais e baixados diretamente no celular do leitor.

Aumento de produtividade. Possiblidade de ouvir o livro enquanto realiza outras tarefas, como dirigir até o trabalho ou fazer exercícios.

Antes de começar

Publique primeiro o livro impresso ou e-book

Não faz sentido você pensar em distribuir seu livro em formato de áudio se ele não estiver em sua versão definitiva, de preferência já publicado em formato impresso ou e-book.

Essa prática garante a uniformidade entre os formatos e evita ajustes “em cima da hora” durante o processo de produção. Por isso, escolha uma boa editora de livros para fazer a versão impressa do seu material e que tenha um serviço de qualidade. Assim, quando for fazer o audiobook, você economiza tempo durante o processo.

Etapas para publicação de um audiobook

1. Preparação

Na preparação, é montado um cronograma das etapas e logística de produção do audiobook. É definido o tipo de voz a ser usada (masculina, feminina ou ambas), entonação, velocidade de leitura e o narrador que mais se encaixa para o trabalho.

2. Narração do audiobook

Com o livro preparado, o narrador profissional vai para o estúdio fazer a gravação. Aqui, elementos como velocidade da leitura e entonação de voz são levados em conta. Narrar é um processo que leva horas para ser finalizado e precisa ser feito com muita atenção. Por exemplo, o audiobook Terra Prometida, do ex-presidente Barack Obama, tem 29h10min de duração, já editado. Imagine agora quanto tempo o próprio Obama demorou para gravar todo o conteúdo.

3. Edição do audiobook

É a parte mais demorada da produção do audiobook. Os editores de som ficam responsáveis por ouvir toda a narração, marcar trechos que precisam ser regravados, ajustar ganho, corrigir ruídos, inserir introdução, separar cada capítulo em um áudio diferente e exportar todos os áudios, seguindo os padrões de compactação, formato e qualidade requeridos por cada plataforma. O tempo de edição é de 3 a 4 vezes o tempo da narração.

O audiobook deve receber também um novo ISBN, já que seu formato é diferente do livro impresso, apesar do mesmo conteúdo.

4. Distribuição do audiobook nas plataformas

Uma vez finalizado, o audiobook já pode ser disponibilizado para venda. Há plataformas específicas para isso, que possuem aplicativos que permitem o download e reprodução dos audiobooks. As principais aqui no Brasil são o Amazon Audible, Toca Livros, Ubook e Auti.

5. Divulgação do audiobook

Como todo produto que é lançado, o audiobook também precisa ser divulgado. Seus leitores precisam ter conhecimento de que o livro também está disponível em um novo formato. A dica aqui é divulgar o audiobook para todos os seus contatos, via redes sociais e e-mail.

Precisa de ajuda para publicar seu audiobook? Entre em contato conosco.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *