Lançamentos

Amor verdadeiro é construído (Paiva, Dalila) – PRÉ-VENDA – Envios a partir de 05/12/2021 – FRETE GRÁTIS

R$ 39,90

Todos nós desejamos viver um amor verdadeiro na nossa vida. Mesmo aqueles que dizem que não se importam com isso, no fundo da sua alma, se importam, sim. Muitas vezes eles dizem isso pois estão cansados de sofrerem decepções amorosas ou talvez porque foram traumatizadas quando crianças e por isso hoje são adultos desacreditados do amor.
Essa situação acontece muito no mundo moderno, percebemos nos dias de hoje muitas pessoas desacreditadas, frustradas, infelizes ou desiludidas por não ter conseguido viver um amor saudável e verdadeiro na sua vida.
Neste livro, você vai acompanhar uma história de vida real, de superação, de traumas, de decepções, de muito autoconhecimento e inteligência emocional e também vai se surpreender com uma verdadeira história de amor.
Você vai aprender o passo a passo para aprender a viver o amor inteligente.
Você saberá como:
*A fé é fundamental e importante na nossa vida
*Autoconhecimento é a chave para abrir as portas do amor
*Inteligência Emocional é imprescindível na nossa vida e no nosso relacionamento amoroso.

IMPORTANTE:

  • Livro em pré-venda. Envios começam a ser feitos em 05/12/2021.
  • Envios são feitos via Registro Módico e podem demorar de 15 a 30 dias para chegar ao destinatário final.

Entre-línguas e culturas

Fruto de uma dissertação de mestrado, este estudo tem como essência o sujeito entre-línguas em contexto de imigração, bem como questões como memória e identidade de descendentes italianos na cidade de Salto (SP). Localizada a cem quilômetros da capital paulista, o município recebeu um fluxo de imigração italiana entre o fim do século XIX e o início do século XX. Nesse contexto de imigração analisamos as escritas de si do sujeito descendente de imigrantes, os traços e os vestígios de sua formação linguística, por meio de entrevistas semidirigidas com oito sujeitos descendentes de imigrantes italianos da cidade de Salto. A hipótese nos orientou que o sujeito vivencia tensões entre as línguas nacional e de imigração, considerando questões de memória e historicidade. A análise nos mostra que o sujeito descendente encontra(va)-se entre-línguas-culturas, o que marca traços de sua identidade, que se revelam por aspectos de interdição do Estado (silenciamento), de religiosidade, assim como pelas várias posições que o sujeito ocupa no dizer, deslizando-se entre a língua italiana e a língua portuguesa. Tal apreciação nos leva a compreender que ser-estar-entre-línguas-culturas constituiu e transforma, inevitavelmente, a identidade e a formação linguística do sujeito descendente de italianos. Assim sendo, o imbricamento de ambas as línguas constitui o sujeito nas fronteiras porosas da língua(gem), acarretando uma identidade ítalo-brasileira.

Poemas de Luz

Em uma noite de 2018 ao se preparar para dormir, o poeta faz sua oração e se coloca para o descanso do corpo.
Durante a noite, sonha que escrevia um poema, acorda de madrugada e com a primeira estrofe ainda viva em sua mente, transcreve para o papel e volta a dormir. Ao acordar, pega caneta e papel, ainda com a inspiração latente termina de escrever o que seria seu primeiro poema.
Em 2020, ano que a humanidade trava grandes lutas diante a tantas provas e aflições, nasce seu primeiro livro Poemas de Luz, composto de poemas que abordam de forma simples vários assuntos que nos ajudam a refletir da necessidade de fazer reforma íntima, do crescimento moral, do amor, da caridade e do perdão, assim como transcreve poemas que nos levam viajar e valorizar a grandiosidade da vida.